Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Sections
Entrada > Freguesias > Freguesias > Freguesia de Folgosa

Freguesia de Folgosa

folgosa

É a freguesia mais a norte do Município. Está situada na margem esquerda do rio Douro.

A Folgosa teve foral atribuído por D. Sancho I em 1188. Pertenceu ao Concelho de Barcos até às reformas do liberalismo no século passado.

A paisagem envolvente é dominada pelo rio, que corre a seus pés, e pelas quintas onde se produz o famoso vinho do porto. Mesmo ao lado está uma das maiores de todo o Douro: a Quinta dos Frades. A Quinta da Folgosa, como antigamente era chamada, pertenceu ao Mosteiro de Salzedas por doação desde 1256 (daí a posterior designação de Quinta dos Frades). Após a extinção das ordens religiosas, a quinta foi arrematada em hasta pública a 6 de novembro de 1841 pelo 1.º Barão da Folgosa, Jerónimo de Almeida Brandão e Sousa. Em 1911, produzia então 300 pipas de vinho, passou a pertencer ao comendador Delfim Ferreira. Para além da Quinta dos Frades merece também referência outra, a Quinta da Penha, que ficou submersa pelas águas do Douro aquando da construção da Barragem de Bagaúste.

Do património da freguesia fazem parte: a igreja paroquial, da Sra. da Graça, a capela de Santa Bárbara, a capela de Sta. Teresinha (particular), capela de S. Bernardo (Quinta dos Frades) e a capela de Sta. Rita (Quinta da Redoída ou do Porto). Para além deste património religioso a Folgosa teve em tempos Casa da Roda onde se recolhiam crianças recém-nascidas abandonadas.

A economia da Folgosa desenvolve-se em torno da agricultura com o cultivo das vinhas e dos olivais. Encostada ao Douro, é na Folgosa que se produzem uvas de excelente qualidade para os vinhos do porto e douro. A indústria também assume algum relevo: existem indústrias transformadoras de óleo de azeite e destilação de vinhos.

Na Folgosa foi construído um cais para acostagem de embarcações de pequeno, médio e grande porte. Numa iniciativa do Instituto Portuário e do Transportes Marítimos, esta obra pode ser aproveitada para captar para o Município o grande número de turistas que percorrem o Douro de barco. É uma infraestrutura que tem tanto de bonito como pode vir a ter de importante no desenvolvimento do turismo em Armamar.

 

Website Folgosa
 Website Jornal Vozes da Folgosa

 

 

topo